Gravação de BIOS

A atualização de BIOS é feita com grande freqüência. Isso acontece porque a tecnologia de hardware avança muito rápido, principalmente em relação aos HDs e aos processadores.

O BIOS é um programa que fica armazenado em uma memória especial localizada na placa-mãe. Trata-se de um tipo de memória ROM. O tipo mais usado atualmente é a Flash-ROM (ou Flash-BIOS) que pode sofrer modificações, ou seja, atualizações, por um software especial desenvolvido geralmente pelo fabricante. Um tipo de ROM utilizado em computadores mais antigos é o EPROM (Erasable Programmable ROM), que precisa de equipamentos especiais para reescrita de dados. Isso deixa claro que este tutorial visa a atualização de BIOS em chips Flash-ROM.

Quando o BIOS é atualizado, na verdade, atualizá-se a ROM-BIOS, isto é, o BIOS, o POST e o SETUP. Esse procedimento só é necessário se existir problemas de funcionamento no PC que podem ser corrigidos com a atualização. Outra razão, é que equipamentos de hardware são lançados constantemente e pode ser necessário atualizar o BIOS para que seu computador suporte o novo hardware. Isso acontece muito com processadores. As placas-mãe suportam determinados modelos de processadores que vão até uma certa velocidade. Caso seja lançado um processador da mesma linha que ultrapasse esse limite, o fabricante da placa-mãe geralmente disponibiliza uma atualização de BIOS para suportar os padrões dos novos chips.